Buscar
  • Clínica Aidar

Por trás de um simples ronco pode estar presente a Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono


1. O que é a Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS)?

Essa síndrome se caracteriza por episódios repetidos de obstrução parcial ou completa da via aérea superior durante o sono, causando uma interrupção temporária da respiração com duração de pelo menos 10 segundos. Estão associadas a essa doença alterações anatômicas da via aérea superior, do esqueleto craniofacial e mudanças na musculatura da faringe.


2. Quais são os sinais e sintomas da SAOS?


Ronco intenso, intermitente, pausas respiratórias durante o sono, despertares ofegantes (é frequente os indivíduos com SAOS acordarem com sensação de asfixia ou afogamento), sono não reparador (fragmentado) e sonolência diurna excessiva. Alterações de humor, como irritabilidade, depressão e ansiedade, podem ser encontradas, Por outro lado, é importante ressaltar que o ronco pode ocorrer na ausência da SAOS, o qual atinge cerca de 40% da população adulta masculina.


3. Como é feito o diagnóstico da SAOS?

O diagnóstico é realizado pelo médico com conhecimento em medicina do sono, por meio da anamnese (questionário) e a polissonografia, exame considerado padrão ouro, realizado durante as horas de sono, que investigará a presença de algum distúrbio. É de fundamental importância que o paciente seja avaliado por um otorrinolaringologista para exame das vias aéreas.


4. Quais são as consequências que podem estar associadas a SAOS ?


É um distúrbio com múltiplas repercussões e, quando não diagnosticada, é um potencial fator de risco para doenças cardiovasculares e acidente vascular encefálico. Os pacientes com SAOS estão ainda sujeitos a alterações neurocognitivas, principalmente no que se refere à atenção e memória.


5. Qual a prevalência da SAOS ?


Um estudo recente realizado na UNIFESP-EPM, encontrou uma prevalência da SAOS em 32,9% da população adulta de São Paulo. É importante mencionar que esse estudo foi realizado com amostra populacional obtida de forma aleatória e todos os voluntários foram submetidos a questionários e polissonografia de noite inteira em laboratório de sono.


6. Qual o tratamento para a SAOS?


Colocação de CPAP (continous positive airvay pressure), aparelho usado pelos pacientes durante o sono, que impede o fechamento das vias aéreas, indicado nas apneias graves e moderadas; cirurgias na área da otorrinolaringologia para desobstrução das vias aéreas, cirurgia ortognática de avanço bimaxilar (a maxila e a mandíbula são avançadas) em casos graves e os aparelhos de avanço mandibular colocados pelos cirurgiões-dentistas para apneias leves e moderadas. Evidências científicas confirmam a eficiência do tratamento da SAOS com a utilização do CPAP a aparelhos intrabucais. Novas abordagens terapêuticas (Fonoaudiologia e Acupuntura) têm sido estudadas, com objetivo de complementar um tratamento que não esteja sendo totalmente efetivo.


Luís Antônio de Arruda Aidar

Cirurgião – Dentista  (Ortodontista) Pós-Doutor pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP-EPM)

www .aidar.odo.br ARTIGO – JORNAL DA ORLA (23/10/2014)

0 visualização

LUÍS ANTÔNIO DE ARRUDA AIDAR ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL

Diplomado pelo Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial (BBO)

 

  • Facebook
  • Instagram

(13) 3223-5689 | (13)  3234-7270

R. Luíz Suplicy, 35 - Gonzaga, Santos - SP, 11055-330, Brazil

CONTATO

© Copyright 2019 |  Dr. Luís Antônio de Arruda Aidar | Ortodontia e Ortopedia Facial   

Produzido por: Adriana Cruz Designer - www.adrianacruzdesigner.com.br        (13) 97403-7286