LUÍS ANTÔNIO DE ARRUDA AIDAR ORTODONTIA E ORTOPEDIA FACIAL

Diplomado pelo Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial (BBO)

 

  • Facebook
  • Instagram

(13) 3223-5689 | (13)  3234-7270

R. Luíz Suplicy, 35 - Gonzaga, Santos - SP, 11055-330, Brazil

CONTATO

© Copyright 2019 |  Dr. Luís Antônio de Arruda Aidar | Ortodontia e Ortopedia Facial   

Produzido por: Adriana Cruz Designer - www.adrianacruzdesigner.com.br        (13) 97403-7286

Tratamentos

Dr. Luís Antônio de Arruda Aidar

APARELHO BIONATOR DE BALTERS E APARELHO DE HERBST

A maloclusão de Classe II associada ao retrognatismo mandibular, em adolescentes, deve ser tratada, em uma fase inicial, com aparelhos ortopédicos funcionais, buscando favorecer a correção sagital entre as bases apicais (maxila e mandíbula). Entre os dispositivos utilizados podemos citar o aparelho Bionator de Balters que tem como característica o fato de ser removível e depender da cooperação do paciente.

O tempo de uso deve ser no mínimo de 18 meses e, neste período, alguns ajustes poderão ser realizados, buscando controlar a erupção dos dentes permanentes. Por outro lado, o aparelho ortopédico de Herbst é um dispositivo fixo, não depende da cooperação do paciente e deve ser usado por um período mínimo de 12 meses.

Ambos aparelhos devem ser usados em pacientes em fase de crescimento, embora a literatura vem mostrando a possibilidade de usar a terapia com Herbst em adultos jovens (pacientes com idade óssea no final da curva de crescimento).

Após o final da fase ortopédica, deve ser realizada a montagem de aparelhagem fixa superior e inferior para refinamento da oclusão e para finalização do tratamento ortodôntico.

APARELHO BIONATOR DE BALTERS

APARELHO DE HERBST

Referências Bibliográficas

Aidar LAA, Abrahão M, Yamashita H, Dominguez GC. Herbst appliance therapy and the temporomandibular joint disc position: A prospective longitudinal MRI study. Am J Orthod Dentofacial Orthop 2006;129:486-496.

Dominguez-Rodriguez GC. Estudo comparativo radiográfico das mudanças da posição do côndilo mandibular na fossa articular, decorrentes do tratamento com bionator em adolescentes com maloclusão de classe II, divisão 1ª [tese]. São Paulo: Universidade de São Paulo; 1999.